Grêmio vence o Corinthians e se garante na fase de grupos da Libertadores

0
45

Gol de Jael definiu a vitória por 1 a 0 no último jogo gremista em 2018

O Grêmio carimbou passaporte para a fase de grupos da Libertadores 2019. Ao vencer nesse domingo o Corinthians por 1 a 0, gol de Jael, na Arena, o time de Renato Portaluppi se garantiu no G-4 do Brasileirão e ganhou fôlego para o início de 2019, já que só iniciará a busca pelo tetra da América em março. Pelo quarto lugar no campeonato nacional, o clube gaúcho receberá premiação de R$ 5,6 milhões da CBF.

Nas arquibancadas, 41 mil torcedores fizeram questão de reverenciar Renato antes de a bola rolar. Com contrato renovado para 2019, o treinador foi ovacionado não só quando teve seu nome anunciado nos alto-falantes, mas também quando ingressou no gramado. Com o desfalque de Jean Pyerre, vetado por dores na panturrilha direita, o técnico mudou o sistema de jogo de sua equipe. Armou a escalação no sistema 4-1-4-1, tendo Michel na zaga, junto a Kannemann, Cícero como primeiro volante, e uma linha de quatro meias: Alisson, Ramiro, Maicon e Everton.

Nesta formação, Maicon era quem fazia o Grêmio jogar. Com vigor físico após ser preservado nos jogos contra Flamengo e Vitória, o capitão centralizava as ações do meio-campo, tentando passes e lançamentos para explorar a velocidade de Alisson, que atuava aberto pela direita, e de Everton, que fazia o mesmo pelo lado esquerdo.

O Corinthians, já sem risco de rebaixamento, ainda brigava por vaga na Copa Sul-Americana. No entanto, seus jogadores pareciam já estar de férias. Com postura recuada, o time paulista tentava interceptar os avanços do Grêmio. No entanto, sua marcação se mostrava frágil.

Além de Maicon, outro destaque da equipe de Renato era Everton. O Cebolinha transformou em um verdadeiro inferno a tarde de Fagner, um lateral-direito de Copa do Mundo. Abusado nos dribles, o camisa 11 gremista começou a mostrar sua habilidade aos nove minutos, quando driblou Fagner e Jadson, sendo parado somente por falta cometida por Gabriel.

Superior, o Grêmio não demorou para abrir o placar. Aos 11, Ramiro lançou para Alisson, que escorou para Maicon, dentro da área, chutar em direção ao gol. A conclusão, contudo, rebateu na zaga do Corinthians e a bola sobrou para Jael, que se antecipou a Cássio para cabecear para dentro do gol: 1 a 0.

O time de Renato seguiu dono do jogo. Aos 14, Everton levou perigo mais uma vez. Após fazer tabela com Jael, invadiu a área e mandou na trave do Corinthians. Dois minutos depois, o Cebolinha aprontou outra de suas travessuras: passou entre Gabriel e Fagner, driblou Léo Santos e, por centímetros, não marcou o segundo gol do Grêmio.

Depois de Everton, foi a vez de Maicon aprontar. O capitão gremista, dentro do círculo central, deu um chapéu no zagueiro Henrique, que depois pararia a jogada ao deixar a mão no rosto do volante e ainda levaria cartão amarelo.

Antes do intervalo, o Grêmio ainda teria uma chance de gol. Aos 31, Cortez avançou pelo lado esquerdo e foi ao fundo para fazer cruzamento perfeito a Alisson, que ganhou da zaga do Corinthians no jogo aéreo e cabeceou com muito perigo.

No segundo tempo, o time paulista tentou equilibrar o jogo. Teve chance de gol aos seis minutos com o paraguaio Romero, que ganhou de Michel dentro da área e obrigou Paulo Victor a fazer grande defesa. Também houve tempo para uma lambança do árbitro Ricardo Marques Ribeiro. Após Everton arrancar ao ataque, foi puxado pelo zagueiro Léo Santos, que parou o lance. No entanto, Ribeiro se confundiu e puniu Henrique, que nem estava no lance, e foi expulso por receber o segundo amarelo. Segundos depois, alertado por seus assistentes, o árbitro corrigiu sua marcação.

O fim do jogo teve tom protocolar. Com isso, Renato aproveitou para mexer na equipe: tirou Léo Moura, que saiu de campo aplaudido, e colocou Matheus Henrique. Depois, tirou Maicon, também aplaudido de pé, e colocou Douglas, que negocia com o Vasco, para fazer sua despedida em frente ao torcedor na Arena. A última substituição do ano foi a entrada de André na vaga de Jael. Nos minutos finais, Everton arriscou chute para boa defesa de Cássio.

Agora, o Grêmio volta o foco para 2019. O último objetivo do ano, a vaga direta na Libertadores, foi alcançado.

Fonte: Gaúcha ZH

Apoiadores:
COMPARTILHAR
Artigo anteriorInter empata com o Paraná na última rodada do Brasileirão
Próximo artigoJovem que teve mais da metade do corpo queimado em Santa Maria é transferida para Argentina
Repórter do Portal
O Repórter do Portal, é responsável pela atualização e gerenciamento do site (www.portalplural.com.br), também é quem mantem contato com os denunciantes e internautas, busca informações de relevância para serem postadas. O Repórter do Portal não tem partido assim postando acontecimentos bons e ruins e conteúdo que agregue valor para todos. O repórter sempre busca solucionar problemas que acontecem, e mostrar nossas belezas, nosso povo, e quanto é bom morar em Santa Rosa e região!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui